Escolha uma Página

A maior parte do corpo humano é composta por água, um bem imprescindível para a manutenção da saúde, visto que auxilia nas funções vitais do organismo. Infelizmente, o aumento da população mundial, a poluição e o desperdício são fatores que comprometem o uso da água, por isso, algumas medidas podem ser tomadas em casa para garantir seu uso e sua renovação.

No banho – Mantenha a válvula de descarga do vaso sanitário sempre regulada e não use o vaso como lixeira ou cinzeiro, pois quanto mais descargas você dá, mais água é desperdiçada. Além disso, desligar o chuveiro ou a torneira enquanto se está ensaboando ou escovando os dentes ajuda muito na economia de água.

Na cozinha – Antes de lavar a louça, retire todos os restos de comida, assim será possível usar menos água. Sempre que possível, tente ensaboar toda a louça (com a torneira fechada) e somente depois enxágue.

Na lavanderia – Evite lavar roupa aos poucos, acumule a roupa da casa e lave de uma só vez, principalmente se você usa máquina de lavar. Utilize a capacidade de quilos indicada da máquina, evitando o desperdício.

Nas áreas externas – Evite lavar varandas, calçadas, quintais e carros com frequência, mas quando for fazê-lo, utilize baldes em vez de mangueira. Outra dica é aguar as plantas do jardim com um regador, mas se o jardim for grande, utilizar uma mangueira com esguicho-revólver, pois é mais econômica.

A economia doméstica da água contribui – e muito – na preservação desse bem tão essencial à saúde. Para que a água continue sendo potável e suficiente para todos, a população precisa se conscientizar da importância dela para as suas vidas e mudar seus hábitos. A água não é um bem de consumo, e não deve ser tratada como tal, é um recurso natural, essencial para a vida e cada vez mais ameaçado.